sexta-feira, 9 de dezembro de 2011

Ministério da Educação vai abrir 44 mil vagas


Rio - A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara aprovou, na quarta-feira, o Projeto de Lei 2134/11, do Poder Executivo, que cria 44 mil cargos efetivos, de direção e funções gratificadas no Ministério da Educação. Os professores selecionados vão atuar em instituições federais do País.
Os cargos e funções destinam-se às universidades públicas federais (instituições de Ensino Superior — Ifes) e escolas técnicas federais (institutos de Educação, Ciência eTecnologia — Ifets). Também serão contemplados Instituto Nacional de Educação de Surdos, Instituto Benjamim Constant, escolas técnicas e colégios de aplicação vinculados às Ifes e aos Ifets, e o Colégio Pedro II, do Rio.
No total, são 19.569 vagas de Nível Superior; 24.306 cargos de professor dos ensinos Básico, Técnico e Tecnológico; 27.714 cargos de técnico-administrativo; 1.680 cargos de direção; 3.981 funções gratificadas. A proposta, que tramita de forma conclusiva, já foi aprovada pela Comissão de Educação e Cultura e será analisada pelas comissões de Finanças e Tributação e de Constituição e Justiça.
POR PRISCILA BELMONTE